Foto1553A Multiplicadora da Diocese da Campanha, Mª José Soares, foi até a Diocese de Leopoldina, nos dias 12,13 e 14 de setembro de 2014, para Capacitar 15 líderes para serem capacitadores de brinquedista

Ramo 3039 Santa Cecilia de Apiacás MT recebe a visita da coordenadora de Setor 371 Sinop Dona Ana Maria Ecco

DSC02156

NO DIA 09 DE SETEMBRO DE 2014 O RAMO 3039 SANTA CECILIA DA CIDADE DE APIACÁS MT RECEBEU A VISITA DA COORDENADORA DE SETOR 371 SINOP DONA ANA MARIA ECCO, E EM UMA REUNIÃO COM AS LÍDERES, CONVERSARAM A RESPEITO DO ANDAMENTO E OS TRABALHOS REALIZADOS NA PASTORAL DA CRIANÇA NA CIDADE, FOI TAMBÉM REELEITA A COORDENADORA NILSE PILGER VIEIRA PARA MAIS 2 ANOS A FRENTE DA PASTORAL DA CRIANÇA NESSE RAMO. DONA ANA TAMBÉM EM SUA VISITA APRESENTOU AS LIDERES A CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE LAVAR AS MÃOS COM O APOIO DO SABONETE LIFEBUOY! AGORA É MÃOS A OBRA E TRABALHAR COM SERIEDADE NESSA CAMPANHA MOSTRANDO AS NOSSAS CRIANÇAS E FAMÍLIAS A IMPORTÂNCIA DE LAVAR AS MÃOS!DSC02153

Grito dos Excluídos de Feira de Santana

A Pastoral da Criança da Arquidiocese de Feira de Santana se fez presente no Grito dos Excluídos do 7 de setembro, com o tema: Por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.

A participação de nossa coordenadora diocesana Irmã Eliane foi fundamental para o fortalecimento do grupo, pois sabemos que podemos contar com nossa líder, ouve também a participação de líderes, coordenadores e multiplicadores, que apesar da chuva não desanimou e fez todo percurso, contamos com a presença de algumas crianças que fizeram e fazem parte da Pastoral da Criança

O garotinho ficou encantado com a foto de Drª  Zilda.
O garotinho ficou encantado com a foto de Drª Zilda.

SAM_2744 SAM_2754 SAM_2755 SAM_2757 SAM_2759 SAM_2761 SAM_2762 SAM_2763 SAM_2764 SAM_2765 SAM_2770 SAM_2771 SAM_2754 - Copia SAM_2740 - Copia SAM_2741 - Copia SAM_2744 - Copia SAM_2746 - Copia SAM_2747 - Copia SAM_2749 - Copia SAM_2752 - Copia.

Assembléia Avaliativa da Pastoral da criança setor Belém da Arquidiocese de São Paulo

A Pastoral da Criança de Setor Belém da Arquidiocese de São Paulo realiza Assembléia Avaliativa de
Coordenadores de área e ramo, capacitadores, multiplicadores e conselheiros econômicos, atuantes na Pastoral da Criança pelo Setor Belém, estiveram reunidos nos dias 23 e 24 de agosto para a Assembléia Avaliativa 2014. Durante dois dias de ensinamentos, receberam orientações e refletiram sobre o real sentido da fé, caridade e doação ao próximo.
“Os caminhos são difíceis, mas temos de ter força, vencer obstáculos. Temos de nos fortalecer para sair em missão”, disse a coordenadora Diocesana do Setor Belém, Deolinda da Cruz Santos Gomes, na abertura da Assembléia realizada no Centro de Formação Sagrada Família, no Ipiranga.
Ao trabalhar o tema “A Fé que Vivemos”, Dom Edmar Peron falou sobre ter presente a ligação “o que eu celebro é o que eu vivo no dia a dia”. O Bispo auxiliar evidenciou que “participar da Eucaristia significa escutar o Senhor e pôr em prática o que Ele manifesta, nos pede e deseja de nossa vida”. Segundo Dom Edmar, “se não soubermos ouvir com o coração haverá sempre distância entre a Palavra e a nossa vida”.
A presença do padre Marcelo Monge proporcionou aos participantes esclarecimentos sobre o trabalho da Cáritas Arquidiocesana. Ressaltou a acolhida àqueles que necessitam e valorizou o papel da líder na Pastoral da Criança na atenção e carinho com as mães. “Quando acolhemos, criamos uma sociedade mais humana, mais fraterna.”
O padre Julio Lancellotti comparou o trabalho das líderes com a caminhada de Maria pela região montanhosa. “A Pastoral faz entrar em contato com situações que não se conhecem previamente. Muitas vezes seguimos por caminhos mais difíceis. Para servir corremos riscos.”
A Assembléia teve espaço para a oficina Mil Dias, que focou o acompanhamento da gestante e das crianças até os dois anos de idade. A oficina apresentou estudo sobre a relação entre crianças nascidas com baixo peso e o maior risco de desenvolver de certas doenças (coração, colesterol, diabetes, obesidade), razão pela qual é necessário priorizar o acompanhamento da gestante desde o inicio da gravidez e disseminar informação para reduzir fatores de risco.
Na oficina foi anunciado o projeto Vigilância Nutricional para crianças de zero a seis anos, que consiste em acompanhar a evolução do IMC. O projeto foi implantado no Setor Ipiranga, em breve, deverá ser levado a todas as Regiões da Arquidiocese.

Arquidiocese de Belo Horizonte se prepara para Assembleia

A coordenação Arquidiocesana,  juntamente com as três coordenações dos setores  que compõem a Pastoral da Criança na Arquidiocese de Belo Horizonte se preparam para a Assembleia Anual de Avaliação e planejamento para 2015. Neste ano além das coordenações participarem foram convidados dois multiplicadores  ou capacitadores do Guia do Líder 2007 da cada setor além dos Padres assessores.

A luz do ensinamento  “Não tenhais medo, o nosso Deus é o Senhor da consolação, o Senhor da Ternura. O Senhor é Pai e Ele disse que procederá conosco como faz uma mãe com seu filho, com a ternura dela.” do Papa Francisco, os membros da assembleia irão avaliar o andamento dos trabalhos desenvolvidos no ano de 2014 e planejar as ações para o ano 2015.

Um marco forte desta assembleia, será a participação dos Padres Assessores dos setores , Pe. José Evair Candido – BH. 189, Pe. Raphael Eustáquio do Carmo – BH  181 e Pe. Marcos Eurélio França Rocha – BH 190.

Os padres assessores tem como missão acompanhar os setores no que se diz respeito a dimensão espiritual da Pastoral da Criança: Fé e Vida,  facilitar o diálogo com os outros padres, acompanhar e participar do processo das Assembleias Eletivas e Avaliativas do Setor e na medida do possível, dos Ramos, Auxiliar na divulgação das atividades da Pastoral da Criança na comunidade, junto as famílias e outros grupos da Igreja, priorizar a visita nos ramos com dificuldades, acompanhar a Coordenação de Setor a cada 3 meses, analisando os relatórios trimestrais no que se refere as atividades do Seto. “O Senhor lhe disse: “Eu vi a opressão de meu povo no Egito, ouvi o grito de aflição diante dos opressores e tomei conhecimento de seus sofrimentos. Desci para libertá-los das mãos dos egípcios e fazê-los sair desse país para uma terra boa e espaçosa, terra onde corre leite e mel.” (Ex 3, 7-8).

A assembleia acontecerá entre os dia 13 e 14 de setembro, na casa de Retiro Recanto São José, das Irmãs Alcantarinas, Marajó (Betânia).

Assembleia Indicativa da Pastoral da Criança de São Luiz de Cáceres – MT

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aconteceu de 29 a 31 de agosto de 2014 a assembleia indicativa e avaliativa do Setor 367 de São Luiz de Cáceres. Iniciou com uma boa acolhida, oração ressaltando a importância do mês vocacional e suas diversas vocacões, e palavras de ânimo e sabedoria de Dom Vilar- Bispo da Diocese. Seguiu com a apresentação dos participantes. Logo o padre Marcos falou sobre a “alegria de ser cristão” e que nossa alegria vdeve contagiar as pessoas a nossa volta. Também o padre Edson  falou sobre a importância do chamado a cada um de nosso e nossa resposta de filhos de Deus. Finalizamos a tarde com a celebração da Santa Missa na capela Bom Pastor do Seminário Diocesano. Na manhã de sábado reiniciamos as atividades às 7 horas com a oração da manhã. Continuamos falando sobre a realidade, avanços e desafios dos ramos. Foi um momento muito importante de partilha, troca de experiências e aprendizagem. À tarde foi refletido sobre a missão do coordenador de setor, líderes, coordenadores de comunidade e de ramo. Foi realizado a votação da lista tríplice para o setor, que ficou assim composta: Marli, Isabel e Leila, que será apresentada ao bispo D. Vilar para homologação, e também foi realizada a eleição da suplente. Após continuamos estudando e refletindo sobre os relatórios do Setor e ramos. Cada ramo fez a análise das fabs, evolução das comunidades, prestação de gastos e as metas e cobertura. Com base nos relatórios cada ramo fez seu planejamento. À noite hove um momento de descontração com direito a bingo e bolo. Na manhã de domingo inicimos com oração, continuamos o planejamento do setor e ramos, houve uma formação contínua sobre o material de lavar as mãos. Encerramos com a celebração da missa. Boa missão a todos.