ACOMPANHAMENTO DA AÇÃO BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS- ALAGOAS

TARDE DO BRINCAR – MOMENTOS  FASCINANTES ONDE ATRAVÉS DO BRINCAR SE DESCORTINA  O APRENDER, A ESPONTANEIDADE, OLHARES  EM BUSCA DE VIDA, ALEGRIA, EMOÇÃO. OS GESTOS, AS AÇÕES SÃO FANTÁSTICAS  ONDE  A CULTURA  SE FAZ PRESENTE

A Pastoral da Criança, com muita dedicação e alegria no dia 19  de julho de 2014, convidou as crianças e familiares para uma tarde do brincar na paróquia  São Benedito, Comunidade Poeta João de Deus (Centro), município Flexeiras, Alagoas.  A Brinquedista e as brincadoras organizaram o espaço distribuindo brinquedos industrializados e de sucatas no ambiente. As crianças participaram brincando de faz de conta, construção com blocos de construção, boliches e brincadeiras de roda. Foi um momento de oportunizar o desenvolvimento infantil. As mães participaram observando e diante de uma necessidade da criança opinavam.

A ação iniciou-se as 13h30, expostos os lençóis no chão e os brinquedos, as crianças foram chegando com suas mães,  algumas delas gestantes e as crianças  escolhendo os brinquedos e os coleguinhas para brincar.

A ação de crianças COM BRINQUEDOS brincando espontaneamente, ora sozinhas, ora com outras, ora diante da necessidade o outro colabora. Crianças de todas as  idades juntas, as menores de um ano no colo das mães, ora mamando, ora observando as maiores brincando. Pouca interação das mães, porém  diante de uma necessidade, faziam intervenções. As mães  ficaram sentadas nos bancos e as crianças no chão em cima dos lençóis com os brinquedos.

Uma cena encantadora: “em cima da mesa foi exposto um mosquiteiro(em forma de renda) , duas crianças um pouco afastadas brincavam com 3 a 4 bonecas, conversando com as bonecas, dando nome, xingando, vestindo as roupas, algumas bonecas pequenas em cima das bonecas maiores como se estivessem mamando. Uma  delas se aproximou  da mesa, viu o mosquiteiro chamou a outra colega para prender na mesa, com dificuldade conseguiram uma parte, a irmã que foi passando viu e ajudou a prender o mosquiteiro ao redor da mesa. Ficou lindo, uma cabana, uma casinha….. cuidaram em colocar as bonecas dentro da casinha montada por elas com ajuda de um adulto.  Foram atrás das crianças menores e colocaram dentro da casinha, elegendo do lado esquerdo a porta, cuidando para não machucar a cabecinha de quem ia entrando. Entravam, saiam, cuidavam das crianças menores.  A alegria, o contentamento era expressivo nos rostos. Foi um momento muito cheio de conteúdo de criatividade, iniciativa, partilha, comunicação e movimentos, todos envolvendo o afeto, o aprender juntos.

Outros momentos foram:

– o brincar com blocos de construção, ora construindo, ora fazendo trenzinhos.

– carrinhos , bonecas, fazendo as bonecas dormirem,

– um momento em que duas mães com crianças no colo, colocaram as crianças nos lençóis e eles foram brincar, pegando os blocos de madeiras, pegando os carrinhos, abaixando a cabecinha fazendo movimento com o corpo em busca de mais brinquedos pois não sabiam ainda andar. Observei quanta promoção para o desenvolvimento infantil em todas as idades, num processo coletivo de iniciativas.

O BRINCAR COM GARRAFAS DE ÁGUA E REFRIGERANTES

Umas outras crianças crianças maiores, em outro espaço, várias  garrafas de água e refrigerantes juntas, em pé e um grupo de 3 a 4 crianças jogavam uma bola para vê quem acertava as garrafas e contavam quantas garrafas conseguiam derrubar.

Após uma hora e meia dessas brincadeiras, as crianças e as mães foram convidadas para guardarem os brinquedos em caixas e deixar o espaço mais livres para brincadeiras de roda, pois o ambiente físico era dividido em duas salas uma maior e outra menor.

 

REUNIÃO COM AS MÃES

Após esses momentos que duraram 2 horas, convidamos as mães para conversarmos. Foi interessante, uma falou da importância do brincar, pois a criança fica mais ativa. Uma mãe falou que quando tem um tempinho brinca com o filho dela com as tampinhas em casa. Uma outra mãe falou que as crianças ficam mais alegres quando vem para brincar na pastoral. Conversamos sobre as necessidades que as crianças tem de brincar juntas e da importância das famílias apoiarem, trazendo as crianças, brincando com elas, participando.

REUNIÃO COM A BRINQUEDISTA E BRINCADORAS

Era visível a alegria nas expressões faciais das brincadoras. Parabenizei  a ação delas, reforçando a importância do brincar para o desenvolvimento infantil. Conversamos sobre a possibilidade de aprimorar, tornar as tardes do brincar mais atraentes. Combinamos fazermos um dia de construção de brinquedos de sucatas, convidando algumas mães. Foi solicitado para trazerem sucatas. Vivenciarmos algumas brincadeiras. Foi sugerido organizarmos para setembro, outubro uma RUA DO BRINCAR, pois fica ao lado da igreja e tem condições de fecharmos a rua e promover o brincar com mais espaço, com brincadeiras de corda, bambolê, elásticos, etc.

CONCLUINDO

Nesses momentos de mais observação do que intervenção me chamou atenção o  comportamento das crianças, em nenhum momento presenciei brigas, socos, crianças empurrando e machucando umas as outras. Realmente o brincar promove o  desenvolvimento infantil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

RELATO  DE MARIA DO AMPARO TORRES- multiplicadora da ação Brinquedos e Brincadeiras em Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.