Mudança de hábitos

A higienização das mãos é um procedimento fundamental, para a saúde humana, esse ato simples é essencial para prevenir varias doenças. De acordo com dados do UNICEF, todos os anos, doenças como diarreia e infecções respiratórias causam a morte de mais de 2 milhões de crianças menores de 5 anos no mundo.

A maioria das doenças infecciosas é causada por microorganismos que invadem o corpo e se multiplicam. Nossas mãos entram em contato com este microorganismo todo o tempo: ao tocar na maçaneta da porta ou no corrimão da escada, ao apertar a mão de um colega que espirrou e abafou o espirro com a mão, etc. Se levamos as mãos sujas aos olhos, boca, nariz ou à pele ferida, estamos introduzindo bactérias em nosso corpo, que podem causar doenças como diarreia, infecção respiratória e erupções de pele.

Por isso, lavar as mãos com água e sabonete ajuda a remover essas bactérias e previne contra doenças. Um estudo demonstrou que o hábito de lavar as mãos em 5 ocasiões durante o dia (antes do café da manhã, do almoço e do jantar, ao chegar em casa e após usar o banheiro) diminuiu em 25% as ocorrências de diarreia e em 40% as abstenções na escola.

A Pastoral da Criança da Paróquia da Sagrada Família, em Crato – Ceará, também entrou nessa atividade especial em 5 comunidades: (Mãe Rainha, Nossa Senhora das Graças, Santa Terezinha, Vila Alta e Virgem dos Pobres) para ajudar as famílias a ter o hábito de lavar as mãos da forma correta e nos momentos certos.

O programa “Mudança de Hábitos” foi seguido pelos 5 passos sugeridos pela Pastoral da Criança:

Este slideshow necessita de JavaScript.

1- Consciência
No dia da Celebração da Vida, à medida que crianças chegavam, eram pesadas e recebiam o carimbo na mão. Logo depois de pesar todas as crianças, as líderes convidaram a todos para entender um pouco sobre a atividade e mostrar para eles como lavar as mãos é um hábito simples que pode salvar vidas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A maioria das pessoas não possui o hábito de lavar as mãos frequentemente por falta de informação ou mesmo por não acreditarem que carregam vários microorganismos. Durante a Celebração, foi feita a pergunta “O bichinho ainda está na sua mão?” e a resposta de todos foi “sim”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

2- Simplicidade
Foi entregue para cada criança a apostila de 21 atividades e explicada que deve ser feita 1 atividade por dia com a ajuda dos pais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

3- Comprometimento
Durante a entrega das apostilas, foi feito um compromentimento com as crianças de relizar o programa durante 21 dias. O hábito é um gesto que se repete. Para selar esse compromisso foi dito: “Quem vai brincar com a apostila todos os dias levanta a mão” e todas as crianças responderam “eu”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

4- Repetição
Pesquisas comprovam que um ato se torna um hábito se for repetido durante 21 dias. Nas visitas domiciliares do mês de fevereiro, as líderes da Pastoral da Criança verificaram se as famílias estão realizando as atividades da apostila.

Este slideshow necessita de JavaScript.

5- Homenagem
Na Celebração da Vida seguinte (do mês de fevereiro), foi o dia de receber o questionário preenchido e parabenizar as crianças que participaram do programa. Foi entregue a cada criança o adesivo com a frase: “Parabéns! Esta comunidade sabe se proteger contra doenças”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.