Projeto Arte e Artesanato – Diocese de Araçuaí (MG)

A Pastoral da Criança, ao longo de sua história, busca alternativas viáveis, simples e possíveis de desenvolver a criança e também sua família. Além do trabalho maravilhoso de salvar vidas, a partir do soro caseiro e do acompanhamento do peso da criança (ideia que inspirou ações do Sistema Único de Saúde – SUS), a Pastoral desenvolve as atividades de Brinquedos e Brincadeiras.

Neste cenário, acontece o Projeto Arte e Artesanato, desenvolvido por Neide Barbosa, coordenadora de área da Pastoral da Criança em Araçuaí, Minas Gerais. Uma iniciativa de extrema importância para o desenvolvimento e o fortalecimento de vínculos das diversas crianças acompanhadas pela Pastoral no bairro Nova Esperança.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confecção de brinquedos, feitura de artesanatos, cantigas de rodas, oficinas de pintura e muita diversão são estratégias usadas para estimular além da socialização, a evangelização libertadora dessas crianças que querem estar no Projeto e são protagonistas nas tomadas de todas as decisões do mesmo. Inclusive na escolha das atividades a serem abordadas no encontro seguinte. Este é o diferencial do projeto, a criança como sujeito de sua história.

Para Neide Barbosa, a importância do Projeto Arte e Artesanato está na formação de novas lideranças, tanto mirins quanto adultos, que atuem na comunidade, não só nas pastorais, de forma consciente e que valorize potencial que tem na comunidade.

A partir da ação de Brinquedos e Brincadeiras, há naturalmente, uma enorme contribuição no processo de aprendizagem das crianças, em que elas experimentam situações, processam informações e lidam diretamente com diversas emoções, construindo sua autonomia. Brincando, desenvolvem aspectos fundamentais da personalidade.

Missão transformadora
O bairro Nova Esperança é tido como um lugar periférico, devido ao grande índice de marginalidade e drogadição, onde seus habitantes têm, visivelmente, direitos negados. Além dos muitos preconceitos sofridos, desconhecem seu potencial de cidadãos e cidadãs na luta pela garantia desses direitos. Há pouco acompanhamento do poder público e a realidade encontrada é de muita tristeza, em que ainda, há muitas famílias sem o mínimo para uma alimentação básica. Logo, a chegada da Pastoral da Criança, Paróquia Santo Antônio, Cáritas Diocesana de Araçuaí, Irmãs Franciscanas e Filhas da Caridade, torna-se um sinal de esperança e presença viva da Igreja cristã entre o povo de Deus.

PROJETO ARTE E ARTESANATO
Diocese de Araçuaí – Paróquia Santo Antônio
Setor 177 – Ramo 5071

Colaboração: Neide Barbosa (coordenadora de área) e Diêgo Alves (comunicador popular)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.