Ações da Pastoral da Criança ganham destaque na Semana dos Direito na Camara de Vereadores

O voluntariado, por meio de ações da Pastoral da Criança da Diocese de Caxias do Sul, recebeu destaque na noite desta segunda-feira (05/12), durante seminário da Semana dos Direitos Humanos, no plenário da Câmara Municipal de Caxias do Sul. Hoje é o Dia Municipal de Celebração da Vida, que foi criado a partir da iniciativa do ex-vereador Jeronimo Dani/PT, sancionada em setembro de 2003. Ele declarou que as Líderes Voluntárias merecem todo o reconhecimento, pela sua contribuição para a sociedade.

A baixa do encontro de hoje ficou por conta da ausência do secretário estadual da Justiça e dos Direitos Humanos, Fabiano Pereira. A vereadora-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, Denise Pessôa/PT, demonstrou o seu descontentamento. Para ela, Pereira poderia ter enviado, ao menos, um representante.
Por outro lado, este 5 de dezembro, que também marca o Dia Internacional do Voluntário, provocou momentos de reflexão entre os presentes. A coordenadora diocesana da Pastoral da Criança, Beatriz Agustini, destacou que, todo mês, a Pastoral reúne mães e crianças de 0 a 6 anos de idade e promove a celebração da vida, por meio de instruções que incluem higiene, saúde bucal, como fazer o soro caseiro e trabalhar por uma infância saudável. Ela também enfatizou iniciativas espirituais e recreativas.
A deputada Estadual Marisa Formolo/PT atentou para o direito de comer. Comentou que, surpreendentemente, esse aspecto não é contemplado pela Constituição Federal. Segundo ela, a situação só é amenizada por meio de políticas públicas como o Bolsa Família. A parlamentar lamentou que ainda existam 16 milhões de pessoas em situação de miséria. A seu ver, no que diz respeito à violência, é necessário políticas sociais de inclusão.
Ao término do seminário, o assessor jurídico da 4ª Coordenadoria Regional de Educação, Marcelo Souza dos Santos, afirmou que, a partir de 2012, o governo do Estado implantará comitês de prevenção à violência nas escolas. Disse que a medida envolverá parcerias com Pastoral da Criança, Igrejas, Brigada Militar e outros órgãos da sociedade civil.
Além da presidente Denise, integram a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança, os vereadores Ana Corso/PT, Mauro Pereira/PMDB, Renato Oliveira/PCdoB e Renato Nunes/PRB.
                                                                             
                                                                              Juliano Cechinato
                                       Ação Comunicação Popular da Pastoral da Criança Diocese de Caxias do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.