Homenagem póstuma Magda Moraes da Silva

A Pastoral da Criança comunica o falecimento de Magda Moraes da Silva, pedagoga e assessora técnica da Coordenação Nacional, na área de Brinquedos e Brincadeiras.  Magda faleceu no dia 24 de janeiro de 2013, em Aracaju/SE.

Reproduzimos abaixo a homenagem feita pelo Assessor Voluntário de Imprensa da Pastoral da Criança em Sergipe, Valter Costa.

 

A pedagoga Magda Moraes da Silva, grande colaboradora da Pastoral da Criança no estado de Sergipe, no Brasil e no mundo. Assessora técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança até ano passado partiu hoje ao encontro de Deus. Muitos foram os seus feitos durante sua passagem memorável pela Terra.

Em 2001esteve em missão no Timor Leste junto com Ana Ruth Rezende Góes e afirmaram: “A Pastoral do Timor Leste é um grande sinal de evangelização, libertação e organização comunitária na construção da nova nação timorense”.

Falar a partir de mim é muito suspeito. Desde o meu primeiro contato com ela fui contagiado pela sua alegria e auto estima. Pela sua história aprendi muito, com o seu incentivo me sentir mais capaz, pela sua maneira de ouvir as pessoas e daquele diálogo, para mim muitas vezes chato e sem corência que algumas pessoas expunham, ela retirava algo de bom. Na penúltima vez que estivemos juntos em 19 de Outubro de 2012, quando da ocassião da Assembléia Estadual da Pastoral da Criança pudemos conversar muito durante a carona que ela me deu e me falava desde sua infância em Estância até a paixão por andar de moto e por seus filhos. Conversamos tanto e tantas coisas ela me disse que não caberiam em uma simples postagem, lembro que trouxe até um sapato no carro que iria para uma festa de aniversário a noite, porém de tudo que connversamos e vivenciamos juntos neste dia algo me marcou muito, ao elogiá-la disse: “que nada você é muito parecido comigo”, ouvir isto de alguém que você tanto admira, foi uma honra. E na última vez que conversamos como sempre a admirei convidei para participar junto comigo da minha primeira capacitação em Missão e Gestão depois de capacitado em Salvador e mais uma vez ela me surpreende com um elogio e ficamos combinados que teria uma participação dela nesta capacitação. Aproveitamos o momento e conversamos sobre outras coisas, inclusive um probleminha de saúde que havia descoberto recentemente. Depois me convidou para ser seu assitente passando os slides na ministração que fazia. Esta inclusive já havia visto outra vez, mas como sempre foi fantástica e parecia algo novo.

Além de uma foto dela segue um texto de 2006 de uma publicação da Pastoral da Criança que recortei de um depoimento de uma líder de outro estado sobre a amamentação e de como ações estratégicas simplis causam um efeito eficaz na vida das pessoas. Assim foi a vida desta pessoa por quem nutro sincero respeito e amor, não pelos elogios que ela direcionou a mim, mas pela forma como a ação de Jesus na vida dela transformou e motivou a minha gerando ainda mais sentido e amor por coisas simplis que muitas vezes nem notamos que estão ao nosso lado e fazem uma diferença enorme. E Magada, tenho certeza e sem medo de errar, fez a diferença que o mundo precissava dentro de suas limitações. Com ela eu fui pai de alguém mais velho do que eu para mostrar a pessoa a dificuldade que ela tinha de perdoar os traumas vividos no passado e a partir do reconhecimento deste iniciar o processo de perdão, já fiz retiro breve de silêncio, “uma tortura” para quem ama falar como eu, mas tinha um significado, com ela eu deitei no chão e muitas vezes viajei na minha emoção e vivi momentos inesquecíveis, com ela fiz até uma dancinha, acredito que indiana, na grama e liberei muitas tensões do meu dia dia tão corrido e muitas vezes conturbado.

E agora tenho certeza que fim, nem sempre é ponto final, muitas vezes quer dizer finalidade. A sua existência realmente teve uma finalidade e esta me alcançou numa dimensão que nem eu mesmo tenho como dimencionar. Até nosso próximo encontro em Deus, pois Ele é o céu e se por acaso descobrir quem é minha mãe por lá, não esquece de dizer a ela o que eu já havia lhe dito. Que ela faz uma falta tremenda na minha vida, mas também que toda a força e sacrificio dispensados por ela com os meus estudo começa acontecer em breve. Pena que vocês duas não estarão presentes para visualizar, mas as guardarei em meu coração em todos os momentos. Saudade Eterna permanecerá em mim, mas esta é uma saudade boa, pois voces foram pessoas que não passaram apenas pelo mundo, mas o tornarm diferente, o marcaram.

Valter Costa
Assessor Voluntário de Imprensa da Pastoral da Criança em Sergipe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.