Jornal 190 – Testemunho • Desistir é dizer não ao chamado de Deus

Caros(as) líderes! Somos agraciados por Deus para estar a seu serviço, frente às crianças, gestantes e as famílias mais vulneráveis de nossa comunidade. Assim como Deus chamou os apóstolos, ele chamou você também para participar e dar continuidade ao seu propósito, que é levar vida em abundância a quem dela precisar. Com muita fé na alma e alegria no coração, você disse o seu sim pra Deus.

jornal-190-Testemunho_188-copy

Então, assim como Jesus instruiu seus apóstolos, mostrando-os as adversidades e os sucessos da vida, você também em sua capacitação foi instruído (a) sobre estas adversidades: o desânimo das famílias, as crianças desnutridas e sem orientação básica de saúde, higiene e proteção no lar e gestantes sem o total acompanhamento necessário para uma boa gestação; e também sobre os sucessos: crianças adquirindo peso, gestantes recebendo todas as orientações necessárias para uma gestação aceitável e segura.

Líder, os apóstolos também em certo momento de sua caminhada abandonaram e não acreditaram neste Deus todo poderoso, mas no fim acabaram tendo a certeza que trabalhar para Deus era o maior tesouro, a maior virtude e a maior satisfação, a ponto de entregar sua vida por este amor infinito de Deus. Se em certos momentos de sua caminhada você desanimou, não acreditou neste trabalho da Pastoral da Criança e neste momento pode estar querendo desistir deste chamado: …líder, não abandone o chamado de Deus, seja forte, acredite sempre. Assim como os apóstolos foram recompensados por Deus por fazerem a vontade Dele, faça você a mesma coisa: lute, tenha coragem, abrace com amor esta causa que você acredita, diga não ao desânimo, fomente em sua alma este amor de Deus. Faça você mesmo o tempo que você precisa para estar em dia com a rotina da Pastoral da Criança. Não abandone estas crianças indefesas, estas famílias que imploram por Deus por uma luz em sua vida e que Deus vê em você esta luz que vai brilhar na vida destas famílias, gestantes, crianças que encontram-se em total vulnerabilidade social.

Então! Não abandone este chamado de Deus. Você não vai se arrepender de forma alguma, pois todo o chamado de Deus gera comprometimento, amor, dedicação, tempo e coragem. Faça você mesmo deste chamado uma terapia de amor em sua vida e verá o quanto sua presença aqui na terra é importante para Deus. E, sendo assim, Deus se alegra por você ser este(a) mensageiro(a)  do bem e que aceitou seu chamado por acreditar que Ele é o seu guia de verdade e que você estará sempre a sua disposição para nunca  deixar acabar o propósito de Deus, que é, sem duvida, levar a paz, a alegria, conforto, esperança e a certeza de que Ele é a verdade, o caminho e a vida!

 

Colaboração: Alfredo Vinci • Líder e capacitador (Setor São José do Rio Preto)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.